O Semeador, as sementes e os terrenos

Adaptado por Tiago Ferro Pavan

Baseada na Parábola do Semeador, narrada nos evangelhos:
Mateus 13,1-20 / Marcos 4, 1-20 / Lucas 8, 4-15

Personagens:

Narrador - não aparece em cena

Jesus – é quem vai contar a história;

Pessoa 01 – demonstra não entender nada;

Pessoa 02 – recebe tudo com muita euforia e entusiasmo.

Pessoa 03 – demonstra preocupação e perda

Pessoa 04 – demonstra compreender e deseja servir.

(Jesus em cena. Diante dele quatro pessoas ouvindo e prestando atenção em tudo que Jesus diz)

JESUS: Eis que o semeador saiu a semear. E ao semear, uma parte caiu à beira do caminho, e, vindo as aves, a comeram. Outra parte caiu em solo rochoso, onde a terra era pouca, e logo nasceu, visto não ser profunda a terra. Saindo, porém, o sol, a queimou; e, porque não tinha raiz secou-se. Outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram. Outra, enfim, caiu em boa terra, e deu fruto a cem, a sessenta e a trinta por um. Quem tem ouvidos para ouvir ouça.

PESSOA 02: (Entusiasmado) Glória a vós Senhor! Amém!

PESSOA 04: Mas, mestre. Por que falas por parábolas?

JESUS: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas àqueles (aponta para os três atrás dele) não lhes é isso concedido. Bem aventurados os vossos olhos, porque vêem e os vossos ouvidos porque ouvem. Olhai e vede a explicação da parábola do semeador.

PESSOA 01: É incrível. Eu não consigo entender a bíblia, por mais que eu leia, não entendo. Isso me desanima demais. Já estou a tanto tempo na igreja. Também não entendo o querer de Deus. Como é difícil para mim aceitar vontade de Deus. Por que preciso abrir mão de tantas coisas? Por que andar com Deus exige de mim tanto sacrifício? Eu não quero mais ficar na igreja!

(Sai de cena)

JESUS: A todos os que ouvem a palavra do reino e não a compreendem, vem o mal e arranca o que foi semeado no coração. Esse é o que foi semeado a beira do caminho.

PESSOA 02: (Eufórico) Vou ser teu seguidor Senhor Jesus! Aleluia!!! Quero me entregar a ti. Aleluia!!! Quero ser um dos seus. Aleluia!!! Quero ser como a semente que dá muitos frutos. Aleluia!!! Vou abrir mão de tudo por ti Senhor! (Diminuindo o entusiasmo) Aleluia... Mesmo que seja difícil. (Ainda mais desanimado) Aleluia... Mesmo que as pessoas riam de mim. A-le-lu-i-a... Mesmo que eu passe por tribulações. (Quase sussurrando) A-le-lu-i-a... Ahh Senhor, acho que isso não vai ser possível. Eu não vou conseguir, não sou capaz.

(Sai de cena)

JESUS: Esse é o que foi semeado em solo rochoso, ouve a palavra e a recebe logo, com alegria; mas não tem raiz em si mesmo, sendo antes de pouca duração; e chegando a angústia e a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza.

PESSOA 03: Eu não consigo ir à igreja. Eu sei que preciso de Deus, mas se eu me firmar na igreja, vou ter que deixar de fazer muitas coisas que eu gosto. Eu gosto de vez em quando de... Tomar umazinha sabem? E às vezes me escapole um palavrãozinho. Também não consigo ficar sem namorada. E além disso, tem muitas músicas que não são muito “educadas”, entendem e que gosto muito de ouvir. Não dá pra abrir mão do que eu gosto de fazer. Eu preciso ver o meu lado, o tempo tá passando, meu sonho é ser famoso e conhecido e há muitas oportunidades lá fora que eu estou perdendo. Adeus!

(Sai de cena)

JESUS: Esse é o que foi semeado entre espinhos, é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra e ela fica infrutífera dentro de seu iludido coração.

PESSOA 04: Senhor, não quero ser como eles! Eu quero estar contigo, quero me colocar a serviço do teu reino! Reino de amor e esperança! Mesmo sabendo das minhas limitações, mesmo na angústia e na perseguição, mesmo quando o mundo quiser me seduzir e enganar. Sei que tu és o Caminho, a Verdade e a Vida. Por isso Senhor, faça-me seu Discípulo e Missionário da Civilização do Amor!

JESUS: Esse é o que foi semeado em boa terra! É o que ouve a palavra e a compreende. Essa semente dará frutos para o meu reino, a trinta, sessenta e cem por uma única semente.

NARRADOR: Ao longo da parábola, o semeador e a semente são os mesmos. Os terrenos são diversos, são as pessoas, a maneira como recebem a palavra de Deus. A parábola mantém viva a memória de Jesus, o semeador, e sua palavra, a semente, como a fonte vital do compromisso e da perseverança no Reino de Deus. E apresenta o panorama da comunidade, na sua diversidade e em seus problemas, conforme as várias maneiras com que seus membros recebem a palavra de Jesus.

E para nossa reflexão: Qual o tipo de terreno que Jesus, o grande semeador, encontrará em meu coração?

- FIM -

 

- Momento de Reflexão. Deixar o grupo conversar -

Esta parábola fala hoje a cada um de nós, como falava aos que ouviam Jesus dois mil anos atrás. Nos recorda que nós somos o terreno onde o Senhor lança incansavelmente a semente da sua Palavra e do seu amor.

1. Com que disposição acolhemos as palavras de Jesus?

2. A qual terreno nos parecemos:

- com a beira do caminho;

- com um pedregulho;

- com um arbusto;

3. Depende de nós nos tornarmos terra boa sem espinhos, nem pedras, mas arado e cultivado com carinho?

4. Como fazemos para produzir bons frutos para nós e para nossos irmãos?

5. Será que nós também somos convidados a sermos semeadores?

6. Que tipo de semente sai do nosso coração e da nossa boca?

Lembrem-se: As nossas palavras podem fazer tão bem, mas também tão mal! Podem curar e podem ferir; podem encorajar e podem deprimir. Lembrem-se, é preciso acolher a Palavra, protegê-la e fazê-la fecundar em nós e nos outros.

Parceiro:

Vale a pena conferir:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

-----------------------------------------

Missa das Crianças